122 mortes evitadas e auxílio
à população

* Estimativas de mortes evitadas com os 2 decretos municipais de Altamira considerando a taxa de transmissão calculada pelo grupo de monitoramento da COVID-19 da Faculdade de Medicina da UFPa.

 

Os decretos restritivos foram publicados pela prefeitura após reuniões com a sociedade civil. A Respira Xingu esteve presente defendendo o distanciamento social como melhor medida para contar a disseminação do vírus.

A campanha Respira Xingu nasceu em 1 de fevereiro de 2021 da união de mais de 40 associações e movimentos sociais preocupados com os índices alarmantes de infecção e morte por COVID-19 na região da Transamazônica e Xingu. O intuito sempre foi mobilizar a sociedade e pressionar o poder público a tomar atitudes para evitar mortes e o colapso do nosso sistema de saúde, além de ajudar famílias em situação de vulnerabilidade.

Conheça os resultados da campanha até agora:

R$ 1 milhão em 3 meses

Valor aproximado de doações em dinheiro, bens e serviços recebidos pela Respira Xingu de fevereiro a abril de 2021.

  ——————————————————————

35.000 máscaras cirúrgicas

Máscaras cirúrgicas adquiridas e distribuídas para as secretarias de saúde dos municípios da região e para a Secretaria de Estado da Saúde do Pará (SESPA).

  ——————————————————————
 

24.500 máscaras de pano

Máscaras de tecido adquiridas e distribuídas para o Departamento de Trânsito Municipal, a Polícia Militar, a Guarda Municipal, a Vigilância Sanitária, a Secretaria de Saúde de Altamira e para as famílias ligadas aos 40 movimentos sociais que assinam a campanha Respira Xingu.
 

—————————————————————— 

1.600 Máscaras n95

Máscaras doadas à campanha e distribuídas para o DSEI de Altamira e Reservas Extrativistas.
 

—————————————————————— 

1.500 testes de antígeno

Testes doados para a campanha.
 

——————————————————————

200 testes rápidos

Testes rápidos para COVID-19 adquiridos.
 

——————————————————————
 

1.032 cestas básicas

Cestas básicas compradas no comércio local e distribuídas na região: 567 na cidade de Altamira e 465 para comunidades ribeirinhas, principalmente das Reservas Extrativistas do Iriri, Xingu e Riozinho do Afrísio.
 

——————————————————————
 

500 kits de higiene

Kits compradas no comércio local e distribuídos na região.
 

——————————————————————

1.800 inserções em rádios

Aproximadamente 15 horas de inserções de spots em rádios com informações sobre a doença.
 

  ——————————————————————
 

280 horas de moto-som

Horas de moto-som circulando pelos bairros de Altamira com informações educativas.
 

——————————————————————
 

10 outdoors

Peças com informações sobre a pandemia expostos em vias de grande fluxo na região.

Resultados detalhados

cestas básicas

Graças às doações recebidas, no final de março conseguimos montar 500 cestas básicas com alimentos e produtos de limpeza que foram distribuídas para famílias em vulnerabilidade em áreas urbanas mapeadas pelos movimentos sociais que fazem parte da campanha. Em abril, mais 500 cestas foram distribuídas pelo ISA (o Instituto Socioambiental e um dos signatários da Respira Xingu) para comunidades ribeirinhas, principalmente das Reservas Extrativistas do Iriri, Xingu e Riozinho do Anfrísio. Também iremos ampliar essa campanha para atender outras famílias com as arrecadações que estão sendo feitas em cinco supermercados locais.

Distribuição das cestas básicas.

Advocacy

Nas últimas semanas de março, os trabalhos do comitê de combate à COVID-19 foram intensos e a prefeitura de Altamira sancionou dois decretos restritivos que só foram possíveis graças à pressão dos movimentos sociais aliados em torno da campanha Respira Xingu. O primeiro decreto fechou por sete dias restaurantes, bares, academias e escolas, além de trazer um toque de recolher e a proibição de venda de bebidas alcoólicas. O segundo decreto trouxe um lockdown e lei seca por nove dias, o que fez com que a cidade conseguisse diminuir os índices de transmissão da doença segundo cálculos da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Pará, campus Altamira: de 1,40 antes dos decretos para 1,23 na vigência do primeiro decreto e 0,83 durante o lockdown. 

respira-xingu-resultados-lockdown-altami

Gráfico da Prefeitura de Altamira que aponta diminuição na média móvel de casos durante os dois decretos restritivos, em março de 2021.

Porém, junto aos decretos mais restritivos surgiram ataques dos setores da extrema direita local contra integrantes da campanha Respira Xingu, ataques com ameaças diversas, incluindo de morte (devidamente registrada em Boletim de Ocorrência). Houve também uma movimentação forte de algumas alas do empresariado local e de algumas das igrejas evangélicas pressionando para a reabertura do comércio e das igrejas. Com a pressão, a prefeitura cedeu e, na primeira semana de abril passou a valer um decreto menos restritivo, com flexibilização das regras de funcionamento para comércio, bares, restaurantes e atividades religiosas, e orientações sanitárias de segurança. Entendemos que vamos enfrentar essa situação de idas e vindas de decretos até termos a vacinação massiva da população. 

Integrantes da campanha em reuniões com poder público e mídia.

campanha educativa

Colocamos no ar uma nova campanha bem forte, com espaço em quatro TVs locais, rádios, outdoors, moto-som e impulsionamento nas redes sociais. Essa é uma campanha mais ampla do que a Respira Xingu e ganhou o nome "Xingu contra Covid", e conta com a adesão do setor empresarial, de algumas prefeituras da região e parte das igrejas evangélicas. Investimos 50 mil reais nesses materiais contando com muitas horas gratuitas em todos os veículos, o que deve quadruplicar esse valor em termos de exibição e impacto.

Outdoors da campanha Xingu Contra Covid.

parceria shoptime

Em março, o Shoptime se juntou à Respira Xingu colocando no ar uma campanha de arrecadação onde a cada 1 real doado pelo público, a empresa também contribui com 1 real. Desde então, já foram arrecadados mais de 100 mil reais.